Ensaio de Passos

Visto de cima as cores apreciam cheias de luzes e reflexos das coisas que eram, e das que não eram possivelmente, mas não provavelmente. Eu entrei e as portas não se fecharam com um baque surdo, pois a música era alta e os saltos escorregavam nas bebidas e nos cigarros.

A fumaça não me impediu de inalar um suspiro de soslaio de sonho, ao invés, andei em curvas atrás de um espaldar e de algo para afogar a garganta. Rasguei um pedaço de papel e escrevi seis números sem ordem aparente, mas que iam ser usados a qualquer hora no dia, e ainda era o dia que iam ser usados. Parece como um sonho, mas é apenas o som que uma pedra faz quando é jogada em um telhado.

Anúncios