Sessão Abutre (1)

Rochedo de Prometeu

Sem título.jpg

“O abutre, a corrente, a rocha, e o orgulho de sofrer sem um lamento.”

– Shelley

Esta sessão tem como premissa os momentos de terror, medo, angústia e paralisia criativa que nos atingem sem aviso, almas criadoras. Pretende-se aqui discutir momentos e episódios intrigantes envolvendo a desistência, a falta de sentido e os por quês avassaladores na vida das pessoas que consumam atividades do meio artístico.

Pretende-se trazer informações, contemplações e abrigo nos dias de cinza atitude. Mas também providenciar conforto intelectual para se superar os instantes melancólicos.

O abutre rodeia a todos nós, mas só uns poucos o enxotam com coragem e virtude.

rwrwe.jpg

As vezes as grandes obras nos parecem destorcidas e diluídas , sem conforto, nos pegamos em desespero. Nesse momento estamos a mercê de nossa própria sombra e talvez daí derive a poesia;

“Só então se reconheceu a presença da Morte Rubra. Viera como um ladrão na noite. E…

Ver o post original 622 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s