Desconhecido

Eles não vêem, não sabem, não podem. Versos são laminas cegas, e infelizmente mesmo assim enxergam mais que eles, que elas. A união nunca existiu, a desculpa da juventude é a breve idade.

O orgulho durou, e ainda persiste, mas é pelo que alguns tem por dentro, é pela verdade que cresce com vagar como arvore, não me faço de lúdico ou lúcido, quem conhece mais do tempo que passou sabe que é assim, longe de drama, mas perto de uma desculpa sem fim. Os olhos mentem, os lábios acham que entendem, e os  ouvidos se fecham, são os seus ideais heróis, cada um tem a lenda  que merece.

Não é debochando que vem a força, ela esta na certeza da liberdade, o problema é que ela é falsa e inócua, não tem o gosto da liberdade, porque eu enxergo os seus grilhões, e cada  vez mais eles arrastam gente para o poço da insanidade, e cada vez mais eu os desprezo com vontade, pois já tive minha parcela de  bondade, e agora que não escutam e só imprecam, deixo aos ventos o fim dessa idade.

Anúncios